Fechamento do Ibovespa e cotação do dólar desta segunda (05/08)

PUBLICIDADE

O Ibovespa opera em grande queda nesta segunda. Tudo isso por conta das tensões comerciais no exterior. No entanto, a bolsa caiu 2,51%, chegando a bater 100.097 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 17,854 bilhões.  Além disso,  a resposta da China aos EUA, anunciando que iria suspender as compras de produtos agrícolas dos EUA, influenciou diretamente. 

A maior economia da Ásia enfraqueceu o YUAN, que ultrapassou 7 por dólar. Além de pedir a estatais para suspender as importações de produtos agrícolas dos EUA.  Para Alberto Bernal, estrategista da XP Investimentos, se os EUA for retaliar o novo movimento chinês, a alternativa seria impor tarifa geral de 25% sobre todos os produtos que entrarem no país. 

BRASIL

No entanto, aqui no Brasil o mercado volta a olhar para o congresso, com o fim do recesso parlamentar e expectativas para a votação da reforma da previdência em segundo turno na Câmara dos Deputados. 

Além disso, o Fed reduziu as taxas de juros dos Estados Unidos em 0,25 ponto percentual sem sinalizar um ciclo de cortes. Na semana passada, o Banco Central diminuiu a taxa Selic em 0,5 ponto percentual também. Assim, deixando claro que isso é só começo.

Afinal, o diferencial de juros entre Brasil e EUA está caindo. Como títulos da dívida pública norte-americana são mais seguros do mundo, se a taxa de juros cai aqui e se mantém lá, vale mais a pena comprar os bonds americanos.

Dólar 

O dólar comercial subiu 1,69%, por causa com esse cenário de tensão comercial, chegando a R$ 3,9547 na compra. Logo, o dólar na venda também subiu, chegando a R$ 3,9572. Enquanto o dólar futuro com vencimento em setembro dispara 2,05% a R$ 3,9745.

Essas informações foram retiradas do Banco Central.

Aviso:
O portal INFOS BRASIL é um site jornalístico, com finalidade informativa, não vendemos produtos ou serviços e você não poderá se cadastrar ou adquirir serviços. Para mais informações acesse nosso TERMOS DE USO.


Leave a Reply